Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Agronomia > Marcadores
Início do conteúdo da página

HDT-UFT

HDT-UFT disponibiliza rede Wi-Fi para acesso gratuito à internet

O novo serviço contempla a comunidade acadêmica, colaboradores, pacientes e acompanhantes, que poderão acessar a rede sem fio por meio de celulares, tablets ou notebooks.

HDT-UFT inicia atividades do Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde

O Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) tem o intuito de minimizar a produção e proporcionar um encaminhamento seguro dos resíduos produzidos no âmbito do Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT), instituição filiada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, instalada em Araguaína (TO). Nesta terça (26), os membros do Grupo de Trabalho, responsáveis pela elaboração do Plano apresentaram-no aos representantes dos diversos segmentos do hospital, administrativo e assistencial.

A ação marca o início das atividades, que visam principalmente à proteção dos trabalhadores, a preservação da saúde pública, dos recursos naturais, do meio ambiente, pautado no princípio dos 3Rs (Redução de consumo e desperdício, Reutilização e Reciclagem), além de cumprir a legislação vigente (RDC 306/04 e Conama 358/05).

 

Durante reunião de apresentação do PGRSS no HDT-UFT (Foto: Daianni Parreira)
Na ocasião, a chefe do setor de Logística, Nadja Barros complementou que as medidas propostas no plano de trabalho do PGRSS pretendem ainda otimizar as medidas de segurança e higiene no trabalho; reduzir o número de infecções hospitalares em relação aos resíduos; proteger a saúde e o meio ambiente e racionalizar os custos em serviços de saúde.

Dentre as ações previstas, o chefe da Unidade de Hotelaria, Francisco Josean Santos destacou a orientação sobre a forma correta de descarte de materiais perfurocortantes a fim de evitar acidentes de trabalho; a instituição de programas de reuso e reciclagem; instrumentalização dos profissionais para aderirem ao programa de coleta seletiva; promoção da educação ambiental e sanitária, entre outras.

Confira o documento na íntegra, clique aqui.

Sobre a Ebserh

Desde fevereiro de 2015, o HDT-UFT faz parte da Ebserh. Estatal vinculada ao Ministério da Educação, atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

HDT-UFT pleiteia residência multiprofissional em enfermagem, nutrição e psicologia

Na tarde desta quarta-feira (13), membros da Comissão de Residência Multiprofissional de Saúde (Coremu) do Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT), realizaram reunião para tratar do processo de implantação do Programa de Residência Multiprofissional, que pretende ofertar vagas na área da enfermagem, nutrição e psicologia. A instituição faz parte da Rede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e fica situada no município de Araguaína (TO). 

A proposta foi submetida em Edital do Ministério da Educação (MEC) no final de 2018, sendo a única desta modalidade em andamento na Região Norte. A próxima etapa será a visita técnica de avaliadores com objetivo de verificar se a instituição tem todas as condições exigidas para implantação do programa; a previsão desta ação será para abril, conforme retorno do MEC em documento apresentado na reunião.

O coordenador da Coremu e chefe do setor de ensino, professor Wagner Mariano comentou que este é um grande anseio da Unidade Hospitalar, capacitar profissionais das diversas áreas da saúde, por meio da residência, com enfoque nas doenças tropicais. “Vislumbramos com esta proposta ampliar as possibilidades de formação continuada dos profissionais do estado do Tocantins e da Região Norte do Brasil”, disse.

Residências Médicas

Hoje o hospital disponibiliza 05 programas de residências médicas, nas especialidades: Clínica Médica, Infectologia, Medicina de Família e Comunidade, Oftalmologia e Pediatria. As atividades são realizadas prioritariamente nas dependências do HDT-UFT e nas unidades de saúde do Estado do Tocantins e do município.

Sobre a Ebserh

Desde fevereiro de 2015, o HDT-UFT faz parte da Rede Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Texto e foto: Daianni Parreira (UCS/HDT-UFT)​

I Simpósio da Região Norte de Doenças Emergentes e Reemergentes do HDT-UFT está com as inscrições abertas

A primeira edição do Simpósio da Região Norte de Doenças Emergentes e Reemergentes (SIREDEE), está com as inscrições abertas para participação e inscrição de trabalhos científicos, que se enquadrem na temática. O evento é realizado pela Gerência de Ensino e Pesquisa (GEP), por meio do Setor de Ensino e dos Programas de Residência Médicas do Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT), filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e ocorre nos dias 06, 07 e 08 de novembro no auditório do Colégio Santa Cruz e, em Araguaína (TO). Mais informações no site: https://siredehdt.wixsite.com/siredee.


O chefe do setor de Ensino da GEP, Wagner Mariano explica que o SIREDEE tem por objetivo agregar pesquisadores que trabalham ou se interessam pelo tema para socializar saberes e práticas para que se forme uma rede de cooperação e com isso minimizar os problemas de saúde pública na grande área de doenças tropicais da região norte do Brasil. “Além de compartilhar pesquisas científicas desenvolvidas com Doenças Tropicais, tais como Arboviroses e Infecto-parasitárias, por meio de comunicações orais, relatos de experiências e banners, entre outros”, completou.

Para o gerente da GEP, Antônio de Oliveira dos Santos Júnior, a expectativa para o evento é grande. “Pretendemos socializar com a comunidade médica, profissionais e acadêmicos da saúde, saberes atuais e sistematizados sobre as Doenças Emergentes da Região, estreitar relações interinstitucionais que recebem pacientes acometidos com doenças emergentes, reemergentes e negligenciadas e/ou que desenvolvem pesquisas na área”.

Inscrição

As inscrições para participação do simpósio seguem abertas até o dia 30, no link  e para efetivação, deverá ser entregue cesta básica no HDT-UFT, portaria 03. O participante terá certificado de participação de 40 horas. Mais informações podem ser obtidas por meio dos telefones (63) 3413-8693 ou (63) 3413-868.

Poderão ser inscritos trabalhos científicos que se enquadrem na área temática de doenças emergentes e reemergentes, ações de educação em saúde, relatos de caso ou relato de experiências, revisão de literatura e temas transversais (doenças infecciosas e parasitárias, epidemiologia, bioestatística e afins). O prazo para submissão, iniciou no dia 1º de outubro e vai até dia 15. Enviar para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., conforme regulamento no site.

Doenças emergentes e reemergentes

São aquelas cuja incidência em humanos vem aumentando nas últimas duas décadas ou ameaça aumentar num futuro próximo. Ao tentar especificar mais esta noção, verificam-se dois principais focos de atenção: o surgimento ou identificação de novos problemas de saúde e novos agentes infecciosos; e a mudança no comportamento epidemiológico de doenças já conhecidas, incluindo a introdução de agentes já conhecidos em novas populações de hospedeiros suscetíveis.

O HDT-UFT é especializado e referência em doenças tropicais, com enfoque em doenças infectocontagiosas, parasitárias e  acidentes com animais peçonhentos e silvestres. Possui residências médicas em: Infectologia, Clínica Médica, Oftalmologia, Pediatria e Medicina da Família e Comunidade. Possui Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) com humanos implantado e recebe acadêmicos de cursos da saúde de várias instituições conveniadas. Por se tratar de um ambiente de assistência à saúde, de ensino e pesquisa surge a necessidade de criação de um espaço de diálogos sobre saúde pública e coletiva, dentre os assuntos relevantes no Brasil contemporâneo estão as doenças emergentes e reemergentes.

Sobre a Ebserh

Desde fevereiro de 2015, o HDT-UFT faz parte da Ebserh . Estatal vinculada ao Ministério da Educação, atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Fim do conteúdo da página