Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Primeiro Encontro do Programa Escola da Terra ocorre neste sábado
Início do conteúdo da página
EDUCAÇÃO DO CAMPO

Primeiro Encontro do Programa Escola da Terra ocorre neste sábado

Por Elini Oliveira | Supervisão: Poliana Macedo | Publicado: Segunda, 13 de Novembro de 2017, 08h00 | Última atualização em Sexta, 17 de Novembro de 2017, 14h08

Ocorre neste sábado (18 de novembro), a primeira edição do Encontro de Educadores do Programa Escola da Terra-Sudeste do Tocantins. O evento, que busca promover debates sobre a Educação dos Povos do Campo e Quilombolas, acontecerá na Câmara Municipal dos Vereadores da cidade de Arraias, das 8h às 18h.

No Estado do Tocantins, o Programa Escola da Terra foi idealizado pelos professores da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Alessandro Rodrigues Pimenta, Maciel Cover e Suze da Silva Sales, todos do Curso de Educação do Campo dos câmpus de Tocantinópolis e Arraias.

O Encontro, destinado a professores cursistas, coordenadores e gestores educacionais, dará início às ações do Programa Escola da Terra, que ofertará formação continuada específica para docentes de Escolas do Campo e Comunidades Quilombolas. Na programação estão previstas para acontecer apresentações culturais  e mesas-redondas com temáticas sobre Educação do Campo, desafios, movimentos sociais e outras. 

Escola da Terra

O programa é uma ação do Ministério da Educação, por intermédio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI/MEC), que conta com a parceria da UFT, do Estado do Tocantins e Municípios. 

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), em texto divulgado em seus canais oficiais os objetivos do Programa Escola da Terra  é o de promover a formação continuada de professores para que atendam às necessidades específicas de funcionamento das escolas do campo e daquelas localizadas em comunidades quilombolas, oferecer recursos: livros do PNLD Campo e Kit pedagógico que atendam às especificidades formativas das populações do campo e quilombolas,  apoiar técnica e financeiramente aos estados, Distrito Federal e municípios para a ampliação e a qualificação da oferta de educação básica às populações do campo e quilombolas em seus respectivos sistemas de ensino.

Fim do conteúdo da página