Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Estudantes recolhem meia tonelada de lixo às margens do rio Tocantins
Início do conteúdo da página
TOCANTINÓPOLIS

Estudantes recolhem meia tonelada de lixo às margens do rio Tocantins

Por Paulo Teodoro | Supervisão: Samuel Lima | Publicado: Segunda, 07 de Agosto de 2017, 16h31 | Última atualização em Segunda, 07 de Agosto de 2017, 17h18

A aula durou todo o dia e foi realizada às margens do rio Tocantins (Foto: Sidinei Esteves/Divulgação)A aula durou todo o dia e foi realizada às margens do rio Tocantins (Foto: Sidinei Esteves/Divulgação))Com o objetivo de sensibilizar e conscientizar os alunos para atividades econômicas ligadas à exploração de recursos naturais, a valorização da biodiversidade e a defesa ambiental, o professor Sidinei Esteves, do curso de Educação do Campo, Câmpus de Tocantinópolis, realizou uma aula diferente na última quarta-feira (02). A aula tradicional da disciplina de Educação Ambiental, dentro de uma sala, foi substituída por uma aula de campo, em que os alunos do 4º período do curso visitaram o Balneário Ceorta, às margens do Rio Tocantins. Após identificarem o problema ambiental os alunos se mobilizaram e recolheram cerca de meia tonelada de lixo das margens do rio.

A excursão durou todo o dia e foi realizada uma exploração pelo local, observando as matas ciliares e o rio, que é ponto de lazer para turistas e moradores da região. De acordo com o professor Esteves, em razão do alto fluxo de pessoas e de ausência de consciência ambiental, as margens do rio Tocantins têm sofrido com a grande poluição gerada pelo descarte de lixo no local. "Ao verificarmos toda a problemática em questão, fizemos um momento de reflexão em que os alunos mostraram-se preocupados com o futuro do local, pois a quantidade de lixo encontrada pode comprometer a biodiversidade local e do rio, o que pode até comprometer o uso do rio como fonte de lazer nesse local", afirma.

Os participantes da aula ainda fizeram um mutirão de coleta de lixo às margens do rio e conseguiram recolher cerca de 500 quilos de resíduos. Conforme as informações do docente, além do lixo, o rio Tocantins tem sido sofrido, ao longo dos anos, com a diminuição no seu nível de água, em decorrência da construção da Usina Hidrelétrica de Estreito (MA). "Essa aula foi muito importante no sentido de reforçar o que aprendemos em sala de aula sobre o meio ambiente e para que os nossos alunos tivessem um contato direto com os problemas ambientais para que juntos possamos intervir  nessa situação ", finaliza Esteves. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página