Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institutos > Ipex-Colis
Início do conteúdo da página

Instituto de Pesquisa e Extensão Comunicação, Linguagens e Sociedade (Ipex-Colis)

Ipex-Colis

Apresentação

Instituto de Pesquisa e Extensão Comunicação, Linguagens e Sociedade (Ipex-Colis)  tem como objetivo proporcionar o intercâmbio de estudos e pesquisas de alto impacto entre os câmpus da UFT, a reflexão sobre os métodos, processos, pesquisas, territorialidades, projetos de pesquisa, extensão e desenvolvimento voltados para as áreas das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas, a partir da confluência do savoir-faire de três subáreas em particular: comunicação educação, história, sociologia e economia, e em especial para o ensino e a formação dos profissionais dessas áreas.

 

São objetivos específicos do instituto:

I - Contribuir para a formação de grupos de estudos e pesquisas de excelência sobre a área da Comunicação e da Educação, tendo como foco o aprofundamento de temáticas estratégicas e de relevância para o desenvolvimento da ciência e da tecnologia, atuando de forma interdisciplinar com as áreas da comunicação, educação, história, sociologia e economia;

II - Desenvolver hábitos de colaboração em pesquisa, extensão e ensino, de trabalhos e estudos de forma interdisciplinar, transdisciplinar e multidisciplinar, no âmbito da UFT, da região amazônica, do país e exterior com vistas à melhoria da visibilidade da produção científica da UFT;

III - Prestar assessoria aos profissionais da área da comunicação e à comunidade em geral;

IV - Desenvolver parcerias com instituições e profissionais da área da comunicação e educação, visando à interação científica e mobilidade acadêmica;

V - Desenvolver projetos de extensão, especialmente, direcionados para a comunicação, educação, história, sociologia e economia, presenciais e/ou mediado pelas tecnologias digitais (EaD);

VI - Apoiar cursos de aperfeiçoamento, especialização, mestrados e doutorados voltados para os profissionais da área das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas com foco em Comunicação e seus processos, a partir do savoir-faire das áreas de comunicação, educação, história, sociologia e economia;  

VII - Produzir materiais, tecnologias da informação e comunicação (TIC) e outros recursos didáticos;

VIII - Contribuir para a reflexão, para a proposição de políticas públicas voltadas para a área das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas com foco em Comunicação e seus processos, e para produção e à disseminação do conhecimento científico e tecnológico em alto nível, com impactos positivos sobre a qualidade do ensino na graduação e pós-graduação;

IX - Contribuir para a reflexão, elaboração e reestruturação dos projetos pedagógicos dos cursos da área das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas com foco em Comunicação e seus processos, preceituado pelas Diretrizes Curriculares Nacionais;

X - Fomentar e fortalecer processos de mudanças e qualificação docente com desenvolvimento equilibrado e sustentável;

XI - Realizar encontros científicos e seminários sobre o ensino e a formação na área das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas com foco em Comunicação e seus processos;

XII - Produzir e divulgar trabalhos acadêmicos sobre a área das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas com foco em Comunicação e seus processos;

XIII - Contribuir para a valorização dos profissionais da grande área das Ciências Humanas nos diversos câmpus da UFT;

XIV - Desenvolver ações voltadas para avaliar conteúdos, processos e condutas dos meios de comunicação na compreensão da área das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas com foco em Comunicação e seus processos, a partir do savoir-faire das áreas de comunicação, educação, história, sociologia e economia;

XV - Monitorar toda e qualquer pesquisa voltada para avaliar conteúdos, processos e condutas dos produtos comunicacionais/jornalísticos veiculados por meios de comunicação e seus profissionais, a fim de produzir diagnósticos sobre a natureza e a qualidade deste trabalho e do desenvolvido na área das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas com foco em Comunicação e seus processos.

XVI - Desenvolver e apoiar pesquisas relacionadas às Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas voltadas para as demandas sócio contemporâneas relacionadas à comunicação, educação, história, sociologia e economia.

Resultados Esperados

2016 - Intercâmbio Argentina - A professora Cynthia Mara Miranda foi selecionada  pelo edital do Programa Ibero America para Jovens Professores e Pesquisadores Santander Universidades, Edição 2015, para efetuar intercâmbio de pesquisa com duração de dois meses fora do país. A pesquisadora pretende realizar pesquisa em Buenos Aires em 2016, sendo um dos meus objetivos conhecer o campo de investigação sobre as relações de gênero e os projetos de desenvolvimento na Argentina. A partir dessa experiência de pesquisa pretende estabelecer contatos para futuras parcerias de pesquisa como o projeto de criação da Rede Internacional de Pesquisadores de Gênero e Desenvolvimento Regional idealizada pela professora Denyse Côté da Universidade do Quebéc (Gatineau) no Canadá.
 
2015-2017 - Missão de Pesquisa Portugal - O professor Francisco Gilson Rebouças Porto Júnior teve pesquisa aprovada pelo edital CNPq 2014-2017 para três missões de pesquisa em universidades portuguesas. Em 2015 o professor fará a primeira missão de pesquisa para as universidades: Nova de Lisboa, Coimbra, Minho e Beira Interior. A partir dessa experiência de pesquisa pretende estabelecer contatos para futuras parcerias de pesquisa, além de fortalecer a rede já em funcionamento: Rede Internacional de Pesquisadores sobre Bolonha (Rebol).
 
2015-2020 - Fortalecimento de Estudos de Alto Impacto (Pós-Doc) - Visando à qualificação de seu corpo de doutores, a proposta do Ipex-Colis, por meio de seus Núcleos e Redes participantes é promover a mobilidade para estudos de alto impacto por meio de pós-doutoramentos.
 
2015 - Revista Observatório - A Revista Observatório é uma publicação quadrimestral do Núcleo de Pesquisa e Extensão Observatório de Pesquisas Aplicadas ao Jornalismo e ao Ensino (Opaje) da UFT, que tem como missão atuar na promoção da discussão acadêmica e de estudos interdisciplinares avançados no campo da Comunicação, do Jornalismo e da Educação. Possui editores na UFT, Unesp, Universidade do Minho (Portugal), Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique) e Universidade do Cabo (Cabo Verde). O propósito da Revista Observatório é constituir-se como um periódico acadêmico a fim de apresentar, na forma de artigos científicos, resultados de pesquisas e estimular debates sobre questões teórico-metodológicas da pesquisa em Comunicação, Jornalismo e Educação, ao mesmo tempo em que se propõe a contribuir para a criação e fortalecimento de uma rede de pesquisadores na confluência dessas áreas em nível nacional e internacional, tendo por base os grupos e núcleos de pesquisa no Brasil e no Exterior. A revista se pauta no princípio da democratização do conhecimento científico incentivando o acesso público, imediato e livre a todo o seu conteúdo publicado.
 
2014 - Acessibilidade e ensino no Curso de Jornalismo - O Curso de Jornalismo da UFT recebe seu segundo discente portador de deficiência visual. As dificuldades enfrentadas tanto pelo aluno como pelos professores são evidentes e faz com que todos aprendam novas atitudes de convivência e de ensino-aprendizagem na prática, ao passo em que as questões vão surgindo. Tendo em vista que a Instituição está ainda iniciando um programa de suporte efetivo e em pleno funcionamento visando atender necessidades de alunos com deficiência visual, cegos ou de baixa visão, e considerando que é importante entender os aspectos cotidianos que estes alunos enfrentam bem como as dúvidas de docentes e técnicos laboratoriais, o projeto busca identificar as dificuldades e necessidades relacionadas ao ensino e convivência do aluno com deficiência visual no curso de jornalismo da UFT e ainda relacionar aspectos que devem ser evidenciados na construção de um programa que atenda a esses jovens no âmbito da UFT.
 
2015 - Seminários do Ipex-Colis - São seminários quadrimestrais abertos que oferecem ao publico interessado exposições de pesquisas realizadas: os percursos teóricos, metodológicos, empíricos e os resultados alcançados. O objetivo é manter e cultivar um espaço de interação entre pesquisadores iniciados e iniciantes a partir de casos e experiências concretas com a atividade de pesquisa. Tanto os membros do Ipex-Colis  como pesquisadores externos ao Instituto e à UFT serão convidados a expor seus trabalhos de pesquisa finalizados, ou a sistematização de suas incursões pela bibliografia e pesquisas de algum tema pertinente à formação continuada de pesquisadores iniciados e iniciantes.
 
2015 - Cursos de aperfeiçoamento teórico e metodológico - São cursos semestrais sobre técnicas de pesquisa e perspectivas teóricas que são utilizadas pelos pesquisadores do Ipex-Colis. O objetivo é aperfeiçoar o domínio que os pesquisadores ativos têm e formar novos pesquisadores da graduação e pós-graduação. De início temos planejado dois cursos para o ano de 2016: Análise de Conteúdo e Framing, no primeiro semestre, e Análise de Correspondências Múltiplas no segundo semestre.
 
Esses projetos e ações, bem como outros a serem desenvolvidos, tem com foco o ensino voltado para a produção e difusão do conhecimento científico, sociopolítico e cultural, à formação do cidadão e do profissional qualificado, conforme preconizado pelo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Histórico

Informações em breve.

Integrantes

Integrantes da UFT*

* Por ordem alfabética.
Vínculos: Graduação e Pós-Graduação

  • Ms. Ana Claudia Turcato de Oliveira (Câmpus de Porto Nacional)
  • Dra. Ana Lúcia Medeiros (Câmpus de Palmas)
  • Dr. Antonio José Pedroso Neto (Câmpus de Palmas)
  • Dr. Célio Antonio Alcântara Silva (Câmpus de Palmas)
  • Dra. Cynthia Mara Miranda (Câmpus de Palmas)
  • Dr. Francisco Gilson Rebouças Pôrto Junior (Câmpus de Palmas)
  • Dr. João Nunes da Silva (Câmpus de Arraias)
  • Dra. Marina Haizenreder Ertzogue (Câmpus de Porto Nacional)
  • Dra. Suzana Gilioli da Costa Nunes (Câmpus de Palmas)
  • Dra. Temis Gomes Parente (Câmpus de Porto Nacional)
  • Dra. Verônica Dantas Meneses (Câmpus de Palmas)

 

Integrantes Convidados:

Informações em breve

Parceiros

Grupos e Núcleos

Internos (UFT):

  • Grupo de Pesquisa Observatório de Pesquisas Aplicadas ao Jornalismo e ao Ensino (Opaje-UFT-CNPq)
  • Grupo de Estudos em Estética, Linguagem e Identidade (GELI-CNPq)
  • Núcleo de Estudos das Diferenças de Gênero (NEDiG-CNPQ)
  • Grupo de Estudos: Sertão, Fronteiras e Territorialidade (CNPq)
  • Grupo de Pesquisa em Economia Política (GPEP-UFT-CNPq)
  • Núcleo de Pesquisa e Extensão Observatório de Pesquisas Aplicadas ao Jornalismo e ao Ensino (Opaje-UFT)
  • Núcleo de Pesquisa e Extensão Comunicação, Imagem e Diversidade Cultural (CID-UFT)
  • Núcleo de Pesquisa, Ensino e Extensão “Educação, Comunicação e Cultura”
  • Núcleo de Estudos das Diferenças de Gênero (NEDiG-CNPq)

 

Externos:

  • Grupo de Pesquisa em Democracia e Gestão Social / Unesp
    Coordenação: Prof. Dr. Nelson Russo de Moraes

 

Linhas de Atuação

Em atendimento à Resolução n° 012/2013 - Consepe, que dispõe sobre a “criação e implantação dos Institutos de Pesquisa e Extensão no âmbito da Universidade Federal do Tocantins, bem como a aprovação de suas Diretrizes Gerais”, e à Resolução n° 05/2014 - Consepe, que dispõe sobre “Regimento Geral dos Institutos Intercâmpus de Pesquisa e Extensão, no âmbito da Universidade Federal do Tocantins (UFT)”, o Instituto de Pesquisa e Extensão Comunicação, Linguagens e Sociedade (Ipex-Colis), tendo como base acadêmica a pesquisa e a extensão de forma interdisciplinar, atuará na confluência da grande área das Ciências Humanas, sendo organizado a partir de cinco eixos e/ou linhas de ações:

 
Linha 1: Políticas internacionais de formação, inovação e tecnologias da informação e da comunicação digitais
Ementa: A linha se propõe a discutir e problematizar as políticas e processos de formação, de inovação, as políticas internacionais, a constituição dos blocos regionais e de ensino nas áreas das Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas, tendo como eixo a compreensão dos processos constituintes do ensino-aprendizagem. Também tem como meta compreender as implicações da utilização das diferentes mídias com ênfase nos processos comunicacionais e sua influência na educação - processo de ensino aprendizagem à distância mediado por Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) -, e nas organizações da sociedade.
 
Linha 2: Estudos culturais, de gênero e contemporâneos nos processos comunicacionais
Ementa: A linha se propõe a discutir e problematizar a contribuição e os deslocamentos  trazidos pelos estudos culturais aos estudos da linguagem, multiculturalismo e globalização. Além disso busca compreender como as relações de gênero perpassam o Estado, o governo, as políticas públicas e as outras instituições, através de práticas políticas, educativas, culturais e das relações econômicas.
 
Linha 3: Sociologia, economia política e processos comunicacionais 
Ementa: A linha de pesquisa tem por base que a esfera econômica da sociedade é dinamizada a partir de suas relações inseparáveis com outras esferas sociais: política, cultural, social, religiosa etc. Assim, a linha agrupa pesquisas que se propõem observar: as relações dos agentes e práticas do campo da imprensa com os campos político e econômico; e a observar as instituições, as relações sociais no âmbito das organizações, os agentes e as práticas econômicas, assim como a história e o pensamento econômico.

Projetos em Andamento 

O Instituto de Pesquisa e Extensão Comunicação, Linguagens e Sociedade (Ipex-Colis), como elemento aglutinador de ações de pesquisa e extensão universitária, em consonância com o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFT e da grande área das Ciências Humanas, desenvolve, partindo dos núcleos e redes de pesquisa vinculados, as seguintes ações:
 
2015 - Atual  Programa Escola Livre de Jornalismo - 2ª edição - O 'Programa Escola Livre de Jornalismo' tem como objetivo aproximar a comunidade acadêmica de comunicação social/jornalismo das escolas públicas, com foco no ensino de jornalismo e na prática jornalística, visando a publicização e popularização do que é desenvolvido por essa área do saber. Por meio de atividades formativas, se pretende criar uma cultura jornalística junto aos alunos das escolas públicas. Com esse programa pretende-se fortalecer a divulgação científica e a formação na área de jornalismo ao mesmo tempo em que se aproximam docentes, discentes da UFT e estudantes das escolas públicas. Situação: Em andamento; Natureza: Extensão. 
 
2015 - Atual - Incubadora de Projetos Pedagógicos e Inovação para Escolas de Ensino Fundamental e Médio - O Projeto Incubadora de Projetos Pedagógicos e Inovação para Escolas de Ensino Fundamental e Médio tem como objetivo aproximar a comunidade acadêmica de cursos da UFT e pesquisadores do Núcleo de Pesquisa e Extensão Observatório de Pesquisas Aplicadas ao Jornalismo e ao Ensino (OPAJE-UFT) das escolas públicas e da comunidade tradicionais, com foco na transferência de expertise, visando a publicização e popularização do que é desenvolvido pela ciência. Além disso, o projeto visa proporcionar o empoderamento de professores e alunos para o acesso e a apropriação comunitária de tecnologias sociais e bens informacionais que os habilitem a desenvolver projetos pedagógicos e de inovação em suas comunidades. Por meio de suporte teórico-prático e acompanhamento, se pretende criar uma cultura da criação e inovação junto aos professores e alunos das escolas públicas. Com esse projeto pretende-se divulgar a formação na área de pesquisa e inovação ao mesmo tempo em que se aproximam docentes, discentes da UFT, estudantes das escolas públicas e membros das comunidades tradicionais. Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
 
2015 - Atual - Cultura popular, comunicação e identidades no Tocantins - O Projeto visa ampliar o conhecimento sobre os processos de comunicação articulados à memória e às identidades culturais regionais, presentes no folclore e outras manifestações da cultura popular. Não se trata de somente descrever os atos, festas e outra manifestações folclóricas e da cultura popular, mas abordá-los sob o aspecto da comunicação. Assim, buscaremos entender as estratégias utilizadas para transmitir informações, as trocas culturais efetivadas dentro do grupo e do grupo para a sociedade em geral, ou seja, os processos de sociabilização produzidos nestas manifestações, as referências identitárias e territoriais e com isso as relações de pertencimento dos membros com suas comunidades sustentadas pelas manifestações culturais tradicionais, a posição de novos agentes de opinião ou líderes folkcomunicacionais e as formas de ativismos geradas dentro destes grupos. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa e Extensão. Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

2005 - Atual - Seminário Nacional de Arte, Comunicação e Cidadania - O Seminário Nacional de Arte, Comunicação e Cidadania acontece há 11 anos. Durante uma década foi realizado no município de Natividade/TO, berço histórico do Estado, na qual tem promovido a cultura, a integração da arte popular à acadêmica, além dos processos de comunicação presentes nas manifestações culturais. A metodologia adotada viabiliza apresentações, debates, cursos e outras atividades que fomentam o intercâmbio entre a universidade e a comunidade, celebrando a arte popular, a história e a identidade cultural do Tocantins. Também consiste em um fórum privilegiado de trocas entre os discentes da UFT e as realidades locais, além de ser um espaço destinado ao exercício da cidadania por meio de cursos oferecidos e do fomento à economia local. Situação: Em andamento. Natureza: Extensão
 
2015 - Atual Cultura por múltiplos olhares - Trata-se da produção de uma série de documentários audiovisuais, visando registrar em imagem e som manifestações folclóricas e/ou culturais do Estado e outras histórias que revelem a diversidade cultural da região. Será uma experiência inédita não somente no Estado, pois a “produção em mutirão” é um processo ainda em discussão e desenvolvimento. O projeto de extensão apresentado busca revelar um pouco da diversidade cultural brasileira, a partir de olhares amadores dos alunos do curso de Jornalismo e das próprias comunidades e representantes das histórias registradas. Contar essas histórias torna-se essencial para que as comunidades possam se reconhecer e perpetuar suas heranças, princípio básico para a construção da cidadania. Por outro lado, o contato com as comunidades possibilitará aos alunos integrantes da pesquisa a ampliação de seus repertórios e a valorização das particularidades de cada grupo, povo ou região, princípios para a formação de um profissional criativo e comprometido com o desenvolvimento social. Situação: Em andamento. Natureza: Extensão
 
2015 - Atual Ciclos de debates Multidisciplinares das Ciências Humanas - O ciclo envolverá seminários, grupos de estudos e mesas redondas, nos quais serão debatidos temas relacionados aos objetivos e linhas de pesquisa do Instituto, visando, sobretudo, contribuir para o intercâmbio entre os campi, cursos e núcleos de pesquisa e extensão envolvidos. Situação: Em andamento/planejamento. Natureza: Extensão
 
2014 - Gelcli - Letramento Crítico - O principal objetivo deste projeto é promover, juntamente com os professores de inglês da rede pública de ensino, encontros para estudo e da abordagem do Letramento Crítico. Além disso, pretende-se elaborar oficinas para professores de Inglês da rede pública. Nesta perspectiva, buscamos construir caminhos que levem em consideração questões relacionadas ao ensino de Língua Inglesa como uma ação includente, respeitando a diversidade de contextos, as identidades, a questão da hegemonia, e, sobretudo, os mecanismos que nos deixam acríticos quando ensinamos e aprendemos Inglês. O macro contexto deste projeto é formado por escolas públicas de Porto Nacional e Araguaína. Os participantes serão professores de inglês da rede pública estadual de ensino, assessores de currículo das (Diretorias Regionais de Ensino) DREs, alunos e professores do curso de Letras da UFT. Espera-se, com isso, que o ensino e aprendizagem de Língua Inglesa seja trabalhado sob o ponto de vista libertador e não opressor, transformando a sociedade em que vivemos por meio da conscientização e formação de seres mais conscientes que compreendam a diversidade, o respeito e o papel da Língua Inglesa em nosso contexto local e global.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa e Extensão. 
 
2014 - Atual - Formação Continuada para os Professores de Inglês da Rede Pública de Porto Nacional - Este projeto tem por objetivo fortalecer e consolidar o conhecimento da Língua Inglesa dos professores de inglês que atuam no Ensino Fundamental e Médio da rede pública estadual e municipal de Porto Nacional. O projeto oferecerá cursos e oficinas de língua no Ceclla e em parceria com os professores da área de inglês. O projeto tem a finalidade de melhorar a fluência e o conhecimento linguístico do idioma e, consequentemente, aprimorar o ensino da língua nas escolas públicas. Situação: Em andamento; Natureza: Extensão e pesquisa. 
 
2015 - Atual  -  Incubadora de Projetos Pedagógicos e Inovação para Escolas de Ensino Fundamental e Médio - O Projeto Incubadora de Projetos Pedagógicos e Inovação para Escolas de Ensino Fundamental e Médio tem como objetivo aproximar a comunidade acadêmica de cursos da UFT e pesquisadores do Núcleo de Pesquisa e Extensão Observatório de Pesquisas Aplicadas ao Jornalismo e ao Ensino (Opaje) das escolas públicas e da comunidade tradicionais, com foco na transferência de expertise, visando a publicização e popularização do que é desenvolvido pela ciência. Além disso, o projeto visa proporcionar o empoderamento de professores e alunos para o acesso e a apropriação comunitária de tecnologias sociais e bens informacionais que os habilitem a desenvolver projetos pedagógicos e de inovação em suas comunidades. Por meio de suporte teórico-prático e acompanhamento, se pretende criar uma cultura da criação e inovação junto aos professores e alunos das escolas públicas. Com esse projeto pretende-se divulgar a formação na área de pesquisa e inovação ao mesmo tempo em que se aproximam docentes, discentes da UFT, estudantes das escolas públicas e membros das comunidades tradicionais. Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
 
2015 - Atual - Repositório Digital da Rede Internacional de Pesquisadores sobre Bolonha (Rebol) - Desenvolvimento de repositório digital para a Rede Internacional de Pesquisadores sobre Bolonha (Rebol) visando a divulgação da produção científica sobre o Processo de Bolonha. O repositório é hospedado na Universidade Federal do Tocantins (UFT), junto a Biblioteca Central. Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
 
2015 - Atual - Mídias Educativas Mais Mulheres - O projeto busca criar mecanismos que possibilitem ampliar e aprofundar o debate na sociedade no que tange a baixa representação política das mulheres nos espaços de poder e decisão e seus impactos no desenvolvimento econômico, cultural e político em Palmas. Nesse sentido busca estabelecer uma rede integrada de ações, por meio de parceria entre o poder público e os segmentos que atuam diretamente com as questões de gênero, igualdade, direitos humanos, de modo a promover a estruturação e perenidade de uma política pública municipal que possa convergir ações concretas que ampliem e aprofundem o debate social sobre a baixa representação política das mulheres nos espaços de poder e decisão e seus impactos no desenvolvimento econômico, cultural e político em Palmas. O Projeto Mídias Educativas - Mais Mulheres possui o intuito de envolver as temáticas relacionadas às questões de gênero, autonomia e comunicação pública para profissionais, estudantes e comunidade de modo a reverter os estereótipos vinculados à imagem da mulher, ampliando os espaços de poder e decisão nos ambientes estratégicos nas áreas econômica, cultural, social e política no município de Palmas. Situação: Em andamento; Natureza: Extensão, Pesquisa e Desenvolvimento.
 
2012 - Atual - Integração das políticas de gênero no Estado: Tocantins, Pará e Amazonas em perspectiva comparada - A pesquisa propõe uma discussão sobre as relações que os movimentos de mulheres constroem para que as questões de gênero sejam integradas nos governos estaduais. O enfoque será dado as nuances da retórica e da interlocução que atrizes dos movimentos de mulheres, situadas em diferentes espaços geográficos e políticos, são capazes de produzir para pensar e materializar a igualdade entre os gêneros nos governos do Tocantins, Pará e Amazonas. Esta comparação busca compreender as semelhanças e diferenças na tessitura das relações entre movimentos sociais e governos estaduais, os constrangimentos e as oportunidades políticas que emergem cotidianamente para a aproximação, diálogo e negociação da integração das questões de gênero no Estado. Financiamento: CNPq – Edital Universal, 2012-2015. Situação: Em andamento; Natureza: Extensão, Pesquisa e Desenvolvimento
 
2015 - Atual - O jornalismo político brasileiro e as ações econômicas do estado; as produções de sentido sobre o PAC - A proposta deste projeto de pesquisa é testar a hipótese da relação de fraca autonomia do jornalismo político vis-à-vis o mundo político e econômico. Para isso vamos objetivar a estrutura do campo do jornalismo político brasileiro através de uma análise de correspondências múltiplas e realizar uma análise de conteúdo e framing das matérias sobre as atividades dos poderes executivo e legislativo relacionadas à economia; mais pontualmente ao PAC. Financiamento: CNPq – Edital Ciências Humanas, 2015-2017. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa envolvendo Pós-graduação
 
2014 - Atual - Mídia e economia no Brasil: o jornalismo político e o campo econômico - O objetivo deste projeto de pesquisa é conhecer e revelar a relação entre a mídia e a economia no Brasil, isto é, entre o campo do jornalismo brasileiro e o campo econômico. O jornalismo político brasileiro é um subespaço desse campo que produz bens simbólicos particulares que, em alguma medida, têm influência sobre a economia e sociedade. A proposta é testar a hipótese da relação de fraca autonomia do jornalismo político vis-à-vis o campo econômico. Financiamento: CNPq – Bolsa de Produtividade em Pesquisa, 2014-2017. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa envolvendo Pós-graduação
 
2014 - Atual - Uma sociologia das elites tocantinenses - Em linhas históricas o Estado do Tocantins tem uma formação recente, mas seus processos políticos, econômicos, jurídicos e culturais já têm dinâmicas próprias. O objetivo deste plano de estudo é nortear projetos de pesquisa específicos que revelem os trunfos presentes nas trajetórias dos membros das elites de algumas das esferas da sociedade tocantinense já bem instituídas; econômica, jurídica e política. O plano de pesquisa abriga trabalhos de mestrado: sobre o patronato das atividades econômicas urbanas; sobre o patronato da economia rural; sobre os mandatários da política; e sobre os togados e operadores do direito. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa envolvendo Pós-graduação
 
2014 - Atual - Práticas econômicas locais; dinâmicas e inércias - O objetivo deste plano de estudo é revelar as estruturas sociais, políticas e culturais constituintes das práticas econômicas locais. A partir das ferramentas teóricas e metodológicas das diferentes sociologias econômicas (brasileira, norte-americana e francesa) procura-se pesquisar diferentes objetos empíricos delimitados e datados para dar conta dos fatores e das combinações de fatores não econômicos que explicam a constituição e as dinâmicas do tecido econômico local (Estado do Tocantins), desde a constituição do estado e sociedade tocantinense em meados dos anos 1980. Objetos de pesquisa: Banco do Povo e microcrédito; constituição do mercado imobiliário em Luzimangues; espaço das empresas de construção civil no Tocantins; mercado da agricultura familiar e do programa de aquisição de alimentos. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa envolvendo Graduação
 
2013 - Atual - Gestão e Financiamento da Educação na Amazônia Legal - A educação tem papel fundamental no desenvolvimento de um país, tendo em vista que ela, dentre outras finalidades, é utilizada como um importante instrumento a ser usado para promover as capacitações das pessoas que induzem as liberdades substantivas e instrumentais dos cidadãos (SEN, 2000). Nesse sentido, a educação é percebida nesse projeto de pesquisa, enquanto instrumento capaz de promover o desenvolvimento na perspectiva da dignidade humana e das liberdades individuais. Os objetivos da pesquisa são: analisar a gestão e o financiamento da educação na Amazônia Legal do Brasil e analisar a função do Estado enquanto alocador de recursos para garantir a oferta da educação e estudar as políticas de financiamento do sistema na Amazônia Legal. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
 
2013 - Atual - Gênero e Memória de Mulheres dos movimentos sociais: extremo norte do Estado do Tocantins - Este projeto em específico, quero pesquisar as mulheres que moravam nos antigos povoados situados às margens do Rio Tocantins, nos municípios Babaçulândia, Barra do Ouro, Darcinópolis, Filadélfia, Goiatins, Itapiratins, Palmeirante e Palmeiras no Tocantins, que foram compulsoriamente deslocadas para vários reassentamentos rurais implantados em decorrência da construção da Usina de Estreito, localizada no extremos norte do Tocantins divisa do o Estado do maranhão. Neste projeto pretendo concentrar o olhar em um outro lado da história: o das memórias de mulheres rurais reassentadas, que, repentinamente, se viram sem lugar, sem teto, sem referências. Moravam às margens do rio Tocantins, antes do inicio da construção da Usina Hidrelétrica de Estreito, em 2007, quando os povoados e cidades ribeirinhos desapareceram, fazendo com que comunidades inteiras fossem desapropriadas e levadas para outras localidades. Serão pesquisados seis reassentamentos Rurais Coletivos. A opção de pesquisar esses reassentementos, foi porque em pesquisa preliminar, identificamos que todos eles possuem lideranças femininas, e essas lideranças estão envolvidas diretamente com o Movimento de Atingidos por Barragens (MAB) e são representantes dos reassentamentos nesse movimento. Assim, o perfil dessas pessoas que foram realocadas nesses reassentamentos rurais coadunam com os objetivos deste projeto que é identificar os processos de organizações sociais, principalmente Associações de Mulheres, e por meio da análise das relações de gênero, observar a busca por igualdade entre mulheres e homens detectando uma possível característica de empoderamento das mulheres dos reassentamento haja vista que para se obter igualdade entre homens e mulheres requer uma transformação no acesso da mulher tanto aos bens quanto ao poder, transformação esta que depende de um processo de empoderamento da mulher. Ao mesmo tempo, o empoderamento transforma as relações de gênero e é, portanto, uma precondição para obtenção. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
 
2013 - Atual - Desenhando um modelo conceitual para pesquisa integrativa sobre barragens hidrelétricas, ambiente e sociedade na Amazônia - Na Amazônia, um importante regulador climático global e provedor de serviços ambientais, o governo brasileiro planeja a implantação maciça de usinas hidrelétricas para o abastecimento de energia em quatro bacias hidrográficas. Incertezas e riscos socioambientais galopantes são devidos, em grande parte, à falta de abordagens para a integração de conhecimentos e dados que permitam uma compreensão maior do potencial de transformação da paisagem amazônica por essas barragens. Esta falta de conhecimento integrativo gera uma necessidade urgente e oportuna para o estabelecimento de projetos de pesquisa científica interdisciplinar. Com o apoio do Programa Research Opportunity Seed Fund da Universidade da Flórida, o projeto propõe desenvolver um modelo teórico e metodológico inovador para pesquisa integrativa de barragens hidroelétricas, organizando o conhecimento existente e identificando atores críticos, bem como integrando estudos de uso da terra e mudanças na cobertura vegetal com dados sócio-econômico e dinâmica política, em uma perspectiva histórica. Este modelo será desenvolvido de forma colaborativa entre pesquisadores, estudantes e colaboradores da Universidade da Flórida e da Universidade Federal do Tocantins, com a participação de dois pesquisadores envolvidos com estudos socio-ambientais sobre barragens hidroelétricas no Estado de Rondônia. O modelo integra conhecimentos em três áreas principais de pesquisa interdisciplinar: conservação e desenvolvimento tropical; deslocamento e reassentamento forçado pelo desenvolvimento, e estudos de mudança de uso e cobertura da terra. Análises qualitativas e exercícios de modelagem conceitual serão desenvolvidos pelo grupo internacional e multi-disciplinar de participantes, a partir de conhecimentos existentes e de estudos de caso selecionados na bacia do Rio Tocantins-Araguaia como um exemplo inicial, onde existe uma cascata de empreendimentos hidroelétricos já construídos. Este projeto tem quatro objetivos principais e respectivos produtos associados: 1) Desenvolvimento de um modelo conceitual que pode ser aplicado de forma ampla para a pesquisa interdisciplinar sobre os impactos socioambientais associados à implantação de barragens, com decorrente publicação em revistas especializadas. Este modelo será aplicado especificamente para entender impactos diretos, indiretos, em cascata e acumulativos de barragens hidroelétricas sobre mudanças de cobertura da terra; 2) Desenvolvimento de uma página na internet, portal de dados de acesso livre e banco de dados para uso por membros do projeto e público específico; 3) Elaboração e apresentação de propostas de pesquisa para assegurar financiamento externo para um programa de longo prazo sobre pesquisa integrativa dos impactos socioambientais de barragens na Amazônia brasileira e 4) Formação de uma rede de pesquisa interdisciplinar e internacional envolvendo UF, UFT, UNIR, bem como outras universidades e instituições brasileiras a serem identificadas no projeto e envolvidas em futuras iniciativas. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. 

2013 - Atual - Programa de Educação Tutorial do Curso de Ciências Econômicas - O objetivo do Programa de Educação Tutorial é realizar de forma integrada atividades de ensino, pesquisa e extensão. Em sua maioria, as atividades realizadas são de natureza coletiva, atribuídas em reuniões nas quais os discentes são estimulados a apresentarem e discutirem propostas de ações. São debatidas desde a descrição da ação até sua operacionalização, levando em consideração questões como: público alvo, viabilidade, grau de relevância, resultados esperados, entre outras. O papel do tutor é o de coordenar as reuniões e, quando necessário, nortear as discussões. O tutor então atribui e coordena a execução das atividades planejadas, atribuindo responsabilidades, orientando os discentes, acompanhando a execução e cobrando os resultados. De acordo com a portaria do Ministério da Educação no 976 de 27 de julho de 2010, que regulamenta o programa, os alunos devem realizar 20 horas semanais em atividades, não podem apresentar reprovações em disciplinas, além de não apresentar queda no Coeficiente de Rendimento. Além disso, todo aluno deve estar vinculado a uma pesquisa individual, obrigatoriamente, cujo tema deve ser acordado entre ele e o professor orientador, oriundo necessariamente do colegiado de curso ao qual o PET está vinculado. Situação: Em andamento Natureza: Ensino, Pesquisa e Extensão.

As atividades realizadas pelo PET Ciências Econômicas atualmente são:

Ensino 
- Educação financeira nas escolas - O projeto é uma proposta de educação financeira nas escolas de ensino médio, através de aulas em módulos ministradas pelos alunos;
- Birô de estudos – trata-se de uma atividade de monitoria semanal, em que os estudantes sanam suas dúvidas em relação às diferentes disciplinas ofertadas no decorrer do curso, ensejando o debate e fortalecendo a cultura acadêmica;
- Língua estrangeira - é uma orientação para que os alunos integrantes do programa cursem língua estrangeira, preferencialmente, a língua inglesa. O objetivo é fazer com que os alunos possam ter acesso à bibliografia estrangeira, ampliando as possibilidades de formação e pesquisa.
- Minicursos - atividade normalmente difundida entre os petianos e organizada por eles, eventualmente contando com pessoas externas ao PET. Trata-se de uma oportunidade de desenvolver formas de aplicação do conhecimento teórico adquirido em sala de aula, onde muitas vezes não há tempo suficiente para trabalhar o uso dos programas específicos para tratamento de dados como, por exemplo, softwares estatísticos, como "R" e "Stata", ou de georreferenciamento, como QGIS, para elaboração de mapas;
- Grupo de estudos em metodologia científica - leitura semanal de textos ligados à área da metodologia científica, além de leituras dirigidas na área de metodologia científica específica das Ciências Econômicas. O objetivo é familiarizar os alunos com o método científico a partir das leituras fundamentais da área. Busca-se assim aprofundar o conhecimento dos alunos sobre a Ciência e seu método, tendo em vista as pesquisas individuais dos alunos e o aprofundamento de sua formação na área;
- Divulgação das Ciências Econômicas nas escolas - a divulgação do curso tem por objetivo estimular os alunos concluintes do ensino médio a escolherem cursar Ciências Econômicas. É elaborada uma cartilha contendo informações sobre a profissão do economista, perfil do profissional, área de atuação, economistas famosos, o perfil do curso de Ciências Econômicas na UFT, etc.;
- Recepção aos calouros - o PET, em parceria com a coordenação do curso e o centro acadêmico, no início de cada semestre letivo, realiza a recepção aos calouros. O objetivo é fornecer aos ingressantes do curso de Economia uma visão geral, explicação sobre as atividades e programas ligados a ele (PET, Pibic, Monitoria, Bolsa Permanência, Escritório Modelo) além de fazer uma integração entre os calouros e os petianos. Com essa atividade espera-se que os alunos sintam-se incentivados a buscar tais atividades. Neste momento também é distribuída uma cartilha elaborada pelo grupo PET contendo informações adicionais sobre o curso, sobre as disciplinas, seus pré-requisitos, procedimentos na universidade, programas institucionais, bem como uma lista dos professores com suas respectivas formações e linhas de pesquisa/atuação;
 
Pesquisa
- Pesquisa individual - já descrita acima;
- Pesquisa em parceria com a FIETO - trata-se de pesquisa com aplicação de questionário no Salão Imobiliário no Tocantins, como o objetivo de aferir tanto aspectos qualitativos quanto quantitativos da demanda por imóveis;
- Boletim de Conjuntura - a elaboração do Boletim de Conjuntura do Estado do Tocantins é justificada por dois motivos. De um lado, o estudo sobre a realidade econômica tocantinense por parte dos discentes e, de outro a divulgação de informações econômicas do estado do Tocantins. Uma vez por ano o PET Ciências Econômicas organiza uma pesquisa com dados sobre a economia do Tocantins, através da qual é apresentada a evolução dos principais agregados econômicos do estado;
- Seminário semestral - os discentes do programa apresentam os resultados ou o andamento de suas pesquisas individuais em um seminário semestral. O objetivo é estimular o desenvolvimento da oralidade dos alunos e prepará-los para a participação nos eventos do PET;
- NortePET e EnaPET - Participação no Encontro dos Grupos do Programa de Educação Tutorial do Norte do país (NortePET) e no Encontro Nacional dos Grupos do Programa de Educação Tutorial (Enapet). Nessa oportunidade os alunos são incentivados a publicarem seus trabalhos, já que é obrigatório que cada petiano apresente um trabalho por ano em evento científico.
Extensão
- Ciclo de palestras - o grupo convida um professor da instituição ou um pesquisador externo à instituição para proferir palestras sobre temas relacionados às Ciências Econômicas ou áreas correlatas. Priorizam-se convidados recém-qualificados, de modo que os mesmos apresentem possíveis problemas de estudos. O objetivo é fornecer a possibilidade de contato com temas que frequentemente não são abordados com muita profundidade em sala de aula. Outro objetivo é divulgar as pesquisas dos professores, pois muitas vezes, os alunos apenas sabem quais disciplinas o professor ministra, mas desconhecem sua produção acadêmica;
- Semana de Economia do Tocantins - a Semana de Economia do Tocantins corresponde à semana acadêmica do curso de Ciências Econômicas. É um evento que ocorre anualmente onde o público alvo são estudantes de Economia e profissionais da área. O evento é composto por palestras e minicursos.
 
2014 - Atual - A Economia Política da escravidão: condicionantes estruturais e o fim da escravatura no Brasil (1850-1888) - O projeto privilegia a análise de um período específico dentro do processo de longa duração da revolução burguesa no Brasil: o fim da escravidão. Findo o exclusivo metropolitano, abrem-se espaços para o desenvolvimento autônomo da colônia e de mudanças na estrutura social, constituindo-se aquilo que Florestan Fernandes entendia como uma revolução conservadora, sem a contestação da estrutura da sociedade colonial, processo esse que se consolida somente após 1930.O projeto abrange a discussão da crise da sociedade escravocrata não apenas a partir dos determinantes estruturais externos como também dos condicionantes internos e suas múltiplas relações, com ênfase nas questões econômicas, políticas e diplomáticas. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa envolvendo graduação, com participação de aluno bolsista PIBIC/CNPq.

Destaque-se que essas ações e outras decorrentes da aproximação com o ensino de Graduação e de Pós-graduação buscam reforçar a flexibilização curricular e a adequação ao perfil profissiográfico previsto nos Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC), preconizado pelo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Entende-se que as atividades de extensão com desdobramentos em atividades de pesquisa, ora apresentadas, e outras decorrentes de diagnósticos elaborados para fortalecimento de ações vinculadas à melhoria da qualidade na Extensão Universitária, tem como foco ser um processo educativo, cultural e científico, comprometido com o desenvolvimento sociocultural da comunidade, viabilizando a relação transformadora entre a Universidade e a Sociedade, conforme preconizado pelo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Projetos Concluídos

Não há projetos concluídos.

Contatos

Presidente: Prof. Dr. Francisco Gilson Rebouças Pôrto Junior

E-mail: gilsonportouft@gmail.com

Fim do conteúdo da página